Quase Jurista [3] – Acesso à justiça | Blog Ronaldo Bastos

*Quase Jurista é uma série de ficção.

Ser juiz não é nada fácil. Além de todas as obrigações, ainda tem que receber advogado. Dr. Magister um dia disse que mesmo trabalhando na justiça criminal sabia distinguir entre o acusado e o seu representante, muito embora nada lhe tire a sensação de perda de tempo ao falar com advogados. Burócrata já conhecia o velho juiz e, por isso, entrou no seu gabinete com toda cautela.

-Dr. Magister, Dr. Postula quer falar com o senhor.

-Ele tem cara de sujeito importante ou é daqueles advogados xaroposos?

-Com certeza é xaroposo.

-É foda mesmo. Esses advogados não têm o que fazer e pensam que nós juízes somos como eles…

-É verdade.

-Como o senhor pode ver, eu tô atolado de trabalho. Pergunte a ele se ele quer falar comigo ou quer que eu despache o processo hoje.

[…]

-Dr. Magister, Dr. Postula prefere que o senhor despache.

-Ufa! Odeio falar com advogado xaroposo… Imagina o tempo de trabalho que eu ia perder com o blá-blá-blá deste advogado.

-É verdade.

[…]

-O advogado já foi embora?

-Já Doutor.

-Ainda bem, porque hoje vou ter que sair mais cedo.

-E o despacho?

-O que é que tem? Você já sabe… Comece a fazer aí que amanhã eu vejo como ficou.

***

Episódios anteriores:

Quase Jurista [1] – O nome do cargo

Quase Jurista [2] – A constituição é um mistério

***

BLOG SUSTENTADO PELOS LEITORES. Se este post lhe ajudou, ajude financeiramente o blog a produzir conteúdos de forma independente. Clique no botão abaixo para doar qualquer valor ou deposite diretamente na minha conta: Ronaldo Carvalho Bastos Junior, Banco do Brasil, Agência 3056-2, Conta Corrente 20.605-9, CPF: 066.268.414-16😉

donate-pt

 

 

 

Deixe uma resposta