Artigo: “Razão Populista e Democracia direta no Equador (1978-2011): uma pesquisa quantitativa”

Artigo publicado nos Anais do III Encontro Internacional de Democracia, Participação e Políticas Públicas.

RESUMO

Trata-se de uma pesquisa em desenvolvimento que pretende analisar, a partir de uma
metodologia quantitativa, os efeitos políticos da utilização dos mecanismos de
democracia direta (MDDs) no Equador no período de 1978-2011. A hipótese é que, no
Equador, o populismo possibilitou que interesses populares, antes excluídos dos
processos políticos, passassem a fazer parte da agenda política nacional. Os dados
foram colhidos dos 9 eventos de democracia direta ocorridos no Equador, onde foi
possível depreender que este país, a partir do governo do presidente Rafael Correa
(2007), inverteu a estatística encontrada na América Latina e no próprio Equador no
período anterior ao seu governo, segundo a qual os MDDs eram em sua maioria
relativos ao desenho institucional do Estado, e não aos interesses diretos da
população. Talvez seja por causa disso que, no governo de Correia, houve um
aumento significativo da participação popular nos MDDs equatorianos.

Palavras-chave: populismo; democracia; participação.

Para acessar o artigo completo:

Trabalho Final_pdpp2017_Ronaldo Carvalho Bastos Junior (1)

***

BLOG SUSTENTADO PELOS LEITORES. Se este post lhe ajudou, ajude financeiramente o blog a produzir conteúdos de forma independente. Clique no botão abaixo para doar qualquer valor ou deposite diretamente na minha conta: Ronaldo Carvalho Bastos Junior, Banco do Brasil, Agência 3056-2, Conta Corrente 20.605-9, CPF: 066.268.414-16😉

donate-pt

 

Anúncios

Deixe uma resposta