7 PASSOS simples para tirar o PASSAPORTE

Olá, viajantes!

Se você planeja a sua primeira viagem internacional e ela não é para membros (Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela) ou associados (Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru) do MERCOSUL, será preciso tirar o seu passaporte.

A primeira coisa que você deve saber é que a POLÍCIA FEDERAL é o órgão competente para emitir passaportes no Brasil.

Preparei um guia de 7 passos para você tirar o passaporte com segurança e tranquilidade.

Etapa 1:

Verificar a documentação necessária

Os documentos necessários são o documento de identidade, o Cadastro de Pessoa Física (CPF), a Certidão de Nascimento ou Casamento (para aqueles que alteraram o nome) e o Certificado de Naturalização (para os naturalizados).

Explicando melhor:

§ Documento de Identidade – pode ser a Carteira de Identidade (RG), carteira funcional reconhecida por lei federal, Carteira de Habilitação com foto ou Carteira de Trabalho. O passaporte anterior também é válido.

§ CPF – Se o número constar na Cédula de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou Carteira de Trabalho não é necessário apresentar o original.

§ Certidão de Nascimento ou Casamento – caso tenha alterado seu nome.

§ Certificado de Naturalização – para os naturalizados.

Além desses documentos, no caso de não ser o seu primeiro passaporte, é necessário levar o anterior (comum ou de emergência), caso ainda esteja válido. Isto porque não existe “renovação” ou “prorrogação” do passaporte. Em cada emissão é necessária a apresentação dos documentos originais.

Não é mais necessário apresentar título de eleitor, comprovantes de votação ou de serviço militar, no caso dos homens. Evidentemente que você deverá estar quite com suas obrigações eleitorais e militares, pois é feita uma checagem no momento da emissão do passaporte. Caso a checagem aponte divergência, pode ser necessário apresentar título de eleitor, comprovante de votação ou de serviço militar.

Etapa 2:

Preencher o formulário on-line

Reunida toda a documentação, é preciso preencher o formulário de emissão de passaporte.

1

Diante de alguns problemas técnicos, a Polícia Federal recomenda o uso do navegador Firefox.

Uma coisa importante é a de sempre preencher o formulário com os dados dos documentos que você de fato utiizará no dia do atendimento (por exemplo, se você for levar a CNH, ponha o número deste documento, e não do RG).

Ao final do preenchimento, após o envio dos dados pelo site, será emitida uma Guia de Recolhimento da União – GRU, junto com o protocolo gerado.

Etapa 3:

Pagar a taxa devida

Pague a GRU gerada, respeitando sua data de vencimento. O valor costuma ser de R$ 257,25 e o pagamento pode ser feito em qualquer banco ou agência lotérica.

A Polícia Federal alerta que o pagamento não pode ser agendado para data futura, visto que a próxima etapa só será possível após a compensação do pagamento. Portanto, sugiro que o viajante efetue o pagamento para data atual ou aguarde a compensação para prosseguir.

Caso não consiga pagar o boleto antes da sua data de vencimento, é possível reemitir a GRU.

2

Etapa 4:

Agendar o atendimento presencial

Após a compensação do pagamento (que pode variar de 1 a 3 dias úteis), agende seu atendimento presencial, escolhendo um dos postos de emissão que serão apresentados ao final do agendamento.

A apresentação do comprovante de pagamento não é obrigatória, mas pode ser necessária em casos de divergência ou erro de preenchimento de CPF.

Importante: não é necessário levar fotografia, pois ela será tirada pela Polícia Federal no momento do atendimento.

A exceção é no caso de crianças com menos de 3 anos, que exigem uma fotografia facial no tamanho 5×7, recente, colorida e com fundo branco.

Caso precise reagendar, é importante que saiba que, por questões de segurança, será possível reagendar apenas 2 (duas) vezes a cada 30 dias.

Etapa 5:

Comparecer ao posto da Polícia Federal na data agendada

Compareça ao posto escolhido, no dia e horário agendados (com 15 minutos de antecedência) munido da documentação original listada na Etapa 1. Caso possua, leve também o boleto, o comprovante de pagamento, o número do protocolo e o comprovante de agendamento.

No atendimento, serão conferidos os dados preenchidos no formulário, serão coletadas as impressões digitais (quando possível) e será coletada obrigatoriamente uma fotografia facial (com exceção apenas do menor de 3 anos).

Após este atendimento, o passaporte estará disponível para entrega após 6 (seis) dias úteis. O passaporte é impresso pela Casa da Moeda do Brasil, não sendo possível interferir ou reduzir seu prazo de entrega.

Etapa 6:

Acompanhar andamento da solicitação

Quando o passaporte chega ao posto e se encontra disponível para entrega, é possível que o solicitante receba um e-mail automático avisando sobre sua disponibilidade.

A qualquer momento, ainda que antes do prazo de entrega estabelecido, é possível consultar o andamento do seu pedido de passaporte usando a ferramenta Consultar andamento  disponível no site.

Etapa 7:

Comparecer ao posto da Polícia Federal para receber passaporte

O passaporte será entregue pessoalmente e somente ao seu titular, ainda que menor, sempre no mesmo local da solicitação e nos horários indicados pelo atendente no dia da solicitação.

Passaportes prontos que não são retirados em até 90 dias, são cancelados com total prejuízo da taxa paga.

Será necessário apresentar documento de identificação, preferencialmente o(s) mesmo(s) utilizado(s) no dia da solicitação.

Na entrega será conferida uma digital, quando possível, e será coletada assinatura no passaporte, também se possível.

O atendimento de entrega se dá por ordem de chegada, não sendo possível agendá-lo.

A validade do passaporte é de 10 anos.

Se o seu passaporte estiver próximo do vencimento é possível tirar um novo antes de expirar, seguindo os passos acima.

É isso. Espero que esse post tenha ajudado você.

Anúncios

Deixe uma resposta